Um dos países que mais investe em ecoturismo e sustentabilidade. Um destino que oferece muitos aprendizados sobre responsabilidade ambiental

A notável beleza natural da Noruega, com fiordes – uma grande entrada de água em montanhas – de águas cristalinas, montanhas majestosas e geleiras enormes, é um atrativo para turistas e visitantes do mundo inteiro. Para além da motivação e investimento voltado para o turismo, o que anima é perceber uma real preocupação com a preservação natural, incentivando práticas de redução de consumo e lixo tanto para a população quanto para os visitantes.

Foto: enriquelopezgarre / Pixabay

Os habitantes noruegueses acreditam que é fundamental a preservação, e representa uma responsabilidade de todos. Algumas regiões estão suscetíveis a leis ambientais de preservação devido a sua vulnerabilidade, e essas leis são destinadas também aos turistas que aprende atividades voltadas neste foco. Esse respeito se dá por uma tradição já muito antiga, assumindo agora uma garantida a partir de políticas públicas, muito antes inclusive da existência de termos e conceitos de preservação ambiental.

Esse compromisso avança sobre diversos setores da sociedade para além do turismo. Comércios locais e comunidades de habitantes oriundos da região buscam uma visão de futuro que fortalece um vínculo de investimentos em negócios sem se apartar da proteção natural. A garantia de um dos principais motivadores que atraem turistas do mundo inteiro é a preservação, pois a natureza maravilhosa é um dos principais pontos turísticos do país.

Foto: Pxhere

São anos de esforço e trabalho conjunto que certificam os destinos sustentáveis mais procurados do mundo. Em Fermund Engerdal, por exemplo, são mais de 900 lagoas calmas e tranquilas que oferecem aos visitantes passeios de canoa. A vida silvestre do local convive de maneira pacífca. Laerdal, por sua vez, são montanhas gigantescas em composição com as casas de arquiteturas típicas da região. Certificado como patrimônio Mundial da Unesco, a região proporciona trilhas sobre as montanhas a cerca de 1.000 metros de altitude. Outro local que adota práticas extensivas de sustentabilidade e preservação é a Ilha Vega que também integram a lista de Patrimônio Universal da unesco. É considerado um dos tesouros naturais mais valiosos do planeta. A fauna e flora, estritamente preservada, apresenta mais de 230 espécies de aves, além dos arrecifes de corais que embelezam a paisagem. Mais um exemplo de destino sustentável protegido por leis ambientais e de conservação é a região de Lillehammer. A região ficou mundialmente conhecida depois das olimpíadas de 1994, mas as práticas de preservação são anteriores. O destino é muito procurado por praticantes de esporte de inverno, como o esqui e por pesquisadores da natureza, tendo recebido o selo de Destino Sustentável.

A Noruega tem um investimento ininterrupto voltado para a sustentabilidade, e além dos destinos apresentados acima, nos próximos anos outros serão apresentados carregando o mesmo selo. São eles: Oslo, Tromso e O fiorde de Sogn. Assim sendo, a Noruega garante uma posição que certifica uma real intenção e responsabilidade para com o ecoturismo servindo como modelo para outros países.

» Primavera na Noruega: neve, flores, fiordes e atividades ao ar livre
» Veja as 8 cidades mais bonitas para visitar na Holanda
» Governo da Noruega proíbe o corte de árvores em todo o país
» Por que a Noruega deve estar na sua lista de lugares para conhecer

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Melhor época para ir a Bariloche

Artigo anterior

Destinos imperdíveis na sua viagem à Fort Lauderdale

Artigo seguinte

Você pode gostar