5 perfis que viajam de fusca para seguir no Instagram

Eles se aventuram pelo Brasil e pelo mundo a bordo de charmosos fusquinhas!

Viajar de Fusca? Muitos torcem o nariz, outros chamam de loucura, mas a verdade é que diversos brasileiros estão conhecendo o Brasil e o mundo a bordo do carro mais carismático que existe.

As horas de viagem podem parecer desconfortáveis para alguns, mas eles seguem firmes e fortes, garantindo aventuras a cada curva sinuosa e conhecendo lugares incríveis.

Para quem viaja de fusca, o que importa é a simplicidade e a aventura. Nada de pressa na hora de desbravar vistas bucólicas e paisagens deslumbrantes que se escondem por aí.

Conheça 5 perfis no Instagram que viajam de fusca, percorrem centenas de quilômetros, atravessam fronteiras e mostram que, na hora de viajar, tudo é possível.

Leia também:

Argentina de 79 anos vende tudo para viajar pela América do Sul
Uma viagem de carro do Brasil até os Estados Unidos
As estradas mais charmosas para viajar no Brasil
4 aplicativos de carona que vão te ajudar a viajar mais barato

Go Fusca!

A dupla de estudantes cariocas Mateus Galvão e Igor Ferreira partiram do Rio de Janeiro no dia 10 de setembro de 2017 a bordo de um fusquinha verde 67. O objetivo? Chegar ao Alasca.

Já foram quase 23 mil quilômetros percorridos entre Brasil, Argentina, Chile, Peru, Equador, Nicarágua, Colômbia, Costa Rica, Honduras, Guatemala, México e EUA. Ao todo, já passaram por treze países. Atualmente os dois estão no Canadá e muito próximos de alcançar seu o destino. Toda aventura da dupla é registrada no Instagram.

Foto: Divulgação Go Fusca

www.instagram.com/go_fusca

Shurastey or Shuraigow?

Jesse Koz e seu fofo cão Shurastey partiram de Balneário Camboriú em maio de 2017 a bordo de Fusca 76 apelidado de Dodongo. Em quarenta dias chegaram ao Ushuaia em pleno inverno e seguiram viajando pela América Latina. Desde então, percorreram mais de trinta mil quilômetros entre Brasil, Chile, Uruguai e Argentina.

Os dois colecionam muitas histórias para contar, tanto dos problemas enfrentados quanto de lugares e pessoas incríveis que conheceram durante a viagem.  

De volta ao Brasil, atualmente fazem reparos necessários no fusca para embarcar em uma próxima aventura.  Desta vez, o destino será o Alasca.

Foto: Divulgação Shurastey or Shuraigow?

http://www.instagram.com/shurastey_

De Milleduke Por Aí

A bordo de um Fusca 61, Keila Lopes e Egon Kozyreff colecionam muitas histórias para contar. Além de diversas viagens a bordo do fusquinha, em 2015 o casal enfrentou sua maior aventura, seguindo de Sorocaba, no interior de São Paulo, até Parnamirim, região metropolitana de Natal.

Após acertos mecânicos, o fusca ganhou um trailer Turiscar Jóia 1976 e foi desbravar o sul do país, chegando em Pomerode, Santa Catarina. Este ano, a dupla pretende se aventurar por diversos países da América Latina e esquentar os motores para o projeto mais audacioso de todos, que começará em 2019: chegar até West Virginia, nos Estados Unidos, e seguir pela a Rota 66 até Las Vegas.

Foto: Divulgação Demilledukeporai

www.instagram.com/demilledukeporai/

Expedição Fuscamérica

O projeto Expedição Fuscamérica é uma iniciativa do fotógrafo Nauro Júnior que já percorreu sete países da América do Sul a bordo de um Fusca 68. A próxima viagem já começou e será na Rússia, em plena Copa do Mundo. 

O “Segundinho”, apelido do fusca, embarcou no dia 19 de abril em um navio no Porto de Rio Grande, rumo a São Petersburgo, na Rússia. A expedição começa no dia 13 de junho, seguindo pelas sedes da Copa do Mundo de Futebol. O objetivo do projeto é acompanhar os bastidores dos jogos durante a Copa rodando cerca de 20 mil quilômetros por estradas russas.

www.instagram.com/expedicaofuscamerica/

Se Meu Fusca Falacre

O Fusca 76, apelidado de Pangaré, já passou oito estados brasileiros e rodou mais de 10 mil quilômetros pelo país. Partindo de São Paulo, já subiu até a Bahia, na Chapada da Diamantina. De lá, seguiu para Goiás na Chapada dos Veadeiros, passando pelo Tocantins e finalizando a viagem em Brasília. No final do ano passado, Pangaré também percorreu o antigo caminho do ouro na Estrada Real, visitando as cidades históricas de Minas Gerais.

O fusca realiza viagens regulares por diversas cidades brasileiras, mas o grande objetivo da aventura é partir de São Paulo rumo ao Acre. Nesta expedição ousada, a ideia é registrar a cultura brasileira pelas estradas, cidades e caminhos.

www.instagram.com/semeufuscafalacre

Dicas para viajar com um fusquinha

Sempre faça uma revisão

Certifique que tudo está em perfeito estado antes de iniciar uma viagem. Os besouros precisam de manutenção constante para seguirem firmes e fortes pelas estradas. Óleo, correia, rolamentos, freios, luzes e pneus devem estar em dia.

Comece com viagens curtas

Nada de sair por aí desbravando o mundo de uma vez. Comece aos poucos, com viagens curtas, para conhecer melhor o carro e ver como ele reage a diferentes situações. Experiência é tudo!

Pare um pouquinho

Procure realizar paradas de pelo menos dez minutos a cada 200 quilômetros. Elas ajudam naquele gás para continuar a rota.

Pé leve no acelerador

Pegue leve na velocidade. Além de dar uma trégua ao motor você economiza combustível.

Leve um kit extra de ferramentas

Um kit de ferramentas pode ser muito útil para pequenos reparos. Levar algumas peças a mais que podem ser facilmente trocadas, como a bomba de combustível, especialmente se for enfrentar regiões remotas, é essencial.

Tanque sempre cheio

Abasteça sempre que possível. Além dos motores dos fuscas serem mais sensíveis ao combustível ruim, os tanques são menores e, em uma viagem longa, é difícil saber onde encontrar o próximo posto. Deu meio tanque, abasteça!

Evite viajar à noite

Os faróis dos fusquinhas são menos eficientes, portanto, perde-se a visibilidade. Uma boa alternativa é a instalação de faróis de milha, mas cuidado para não prejudicar os outros motoristas.


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.