Passeios de trem em São Paulo reúnem muita história e belas paisagens 

Mora em São Paulo e quer fazer um passeio diferente? O estado reúne diversas opções de passeios de trem para curtir em família. Os passeios de trem são ideais não só para apreciar o destino, mas também o trajeto. Para quem não tem pressa de chegar e curte passeios bucólicos com certo ar de nostalgia, é o programa perfeito para um bate e volta.

Existem diversas opções de passeios de trem pelo estado de SãoPaulo – alguns, inclusive, partem da capital para lugares incríveis. Separamos 5 deles para você curtir.

Expresso Turístico da CPTM -Paranapiacaba 


Foto: Ana Paula Hirama/ Wikimedia Commons

O Expresso Turístico da CPTM tem como destino a antiga e charmosa vila inglesa de Paranapiacaba, localizada em Santo André. A viagem tem dois pontos de embarque: a Estação da Luz, em São Paulo, ou a Estação Celso Daniel, em Santo André.

A viagem é feita a bordo de uma locomotiva da década de 50 totalmente restaurada em um percurso de 48 km pela Linha 10-Turquesa. Apesar da maior parte do trajeto de 1h30 oferecer paisagens urbanas, os passageiros podem conhecer um pouco mais sobre a expansão ferroviária do Brasil ao passar pelas estações de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, tombadas como patrimônio histórico de São Paulo. Ambas foram construídas pela empresa britânica São Paulo Railway, primeira ferrovia paulista, inaugurada em 1867.

Chegando na Vila de Paranapiacaba, essa volta ao passado continua e os visitantes podem conhecer como o Museu Ferroviário e o Museu Castelinho. Além disso, o local também oferece diversas atrações junto à natureza, como as seis trilhas disponíveis no Parque Natural Nascentes de Paranapiacaba.

Informações e ingressos:  O trajeto é realizado sempre  aos domingos. O passageiro tem a opção de embarcar às 8h30 na Estação da Luz ou às 9h00 na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10-Turquesa, da CPTM). O retorno ocorre às 16h30 em Paranapiacaba, com parada na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André. No ato da compra do bilhete, o passageiro define em qual das estações prefere realizar o embarque e o desembarque. Para mais informações clique aqui. O valor para ida e volta sai por R$ 50.

Expresso Turístico da CPTM – Mogi das Cruzes 


Foto: Divulgação

O Expresso Turístico da CPTM Mogi das Cruzes parte da estação da Luz, em São Paulo no segunda sábado de cada mês. O trajeto, que dura cerca de 1h30, passa pelos trilhos da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil, ferrovia construída ainda no Império, em 1877, para ligar o Rio de Janeiro a São Paulo, trecho que integra a Linha 12-Safira da CPTM.

Durante o século 20, diversos trens passaram por essa linha, incluindo alguns dos mais importantes trens de passageiros de longo curso do Brasil. Durante o trajeto, é possível conhecer duas estações com prédios da década de 1920, Calmon Viana e Aracaré, as únicas que restaram.

Ao chegar em Mogi das Cruzes, os vistantes podem explorar as atrações da cidade, que é conhecida como um grande centro produtos de flores, principalmente as orquídeas. O destino é um ótimo para passeios de bike e possui também diversas opções de trilhas. Os visitantes também podem percorrer o Roteiro Ecocultural, que inclui o Parque Centenário e o Centro Histórico ou o Roteiro Rural, que contempla o Orquidário Oriental e o Mosteiro dos Monges Beneditinos.

Informações e ingressos: O trajeto, que dura cerca de 1h30, é realizado no segundo sábado de cada mês, com partida às 8h30 da Estação da Luz e retorno às 16h30 na Estação Mogi das Cruzes. Clique aqui para mais informações. O valor para ida e volta sai por R$ 50.

Maria Fumaça – Campinas 


Foto: Isack Ryuji Minowa/ Wikimedia Commons

A Maria Fumaça de Campinas é uma das principais atrações da cidade, que fica a pouco mais de 1 hora da capital paulistana. Com vagões antigos puxados por uma locomotiva a vapor, a Maria Fumaça já foi cenário de algumas novelas de época da Globo, como Sinhá Moça e Terra Nostra.

Fabricada em 1958, a locomotiva Alco CP 905 marcou a época da transição da tração a vapor para a então moderna tração a tração a diesel, foi completamente recuperada e restaurada com as cores originais da ferrovia. O percurso sai da Estação Anhumas, em Campinas e segue até Jaguariúna.

No caminho, que dura 3h30 no total, monitores vão entretendo os turistas e explicando sobre a história da ferrovia Mogiana de Estradas de Ferro, a Maria Fumaça, fazendas e outras informações. O trem conta até com um vagão restaurante que serve alguns quitutes durante a viagem.

Ao longo do passeio o trem passa por seis estações, sendo cinco delas restauradas. Em Jaguariúna, é possível conhecer a charmosa estação da cidade, conhecida como a “Estrela da Mogiana” . Há, também, uma feirinha de artesanato e iguarias regionais no local.

Informações e ingressos: Há partidas de Campinas aos sábados, domingos e feriados. Os horários e outras informações podem ser acessadas clicando aqui. O valor para o percurso completo, ida e volta, fica em R$ 100 por pessoa. Já para meio percurso, que dura 1h30, o valor é R$ 80. 

Maria Fumaça – Guararema


Foto: Divulgação

Uma volta ao passado repleta de lindas paisagens é o que se encontra ao fazer o passeio que parte da Estação Central de Guararema, construída em 1891, e segue até a estação da Vila Luis Carlos, em um trajeto total de 6,8 km.

O passeio acontece ao bordo de uma locomotiva de origem americana, fabricada em 1927. Diferente das locomotivas mais comuns, ela possui 3 cilindros, o que a torna mais veloz que as demais.

Durante o trajeto, belas paisagens e muito verde podem ser observados dos vagões de classe turística e dos Caboose, uma classe especial que disponibiliza uma varanda com uma vista panorâmica da região.

O destino final da viagem é a cenográfica Estação de Luis Carlos, construída em 1914 e restaurada em 2011. Ali, é possível passear revitalizada Vila de Luis Carlos, um cenário belíssimo com diversas lojinhas charmosas e um café para atender aos visitantes.

Informações e ingressos:  As saídas ocorrem aos finais de semana e feriados com partidas às 10 retornando às 12h e com partidas às 14h30 retornando às 16h30. As tarifas para o ano de 2019 estão em R$65,00 por pessoa na classe turística e de R$80,00 por pessoa no Caboose, que são varandas panorâmicas. Para mais informações clique aqui.

Bondinho turístico – Campos do Jordão 


Foto: Divulgação

Em Campos do Jordão, além de curtir o friozinho e as belezas naturais da região serrana de São Paulo, há o passeio de bondinho turístico. A charmosa máquina de estilo inglês faz um trajeto que parte da Estação Emílio Ribas, em Capivari, no miolo turístico do município, até o Portal de Entrada da cidade, passando por algumas das principais ruas da região em um trajeto de aproximadamente 50 minutos.

Uma outra opção é o Bonde Turístico Urbano, que se trata do mesmo passeio porém com destino a Vila Abernéssia, um dos mais tradicionais bairros da cidade. Em Abernéssia encontra-se a matriz de Campos do Jordão, o edifício que sediou um dos primeiros hotéis da cidade, o mercado municipal e a estrada que leva ao Palácio de Inverno e ao Auditório Claudio Santoro, onde anualmente se realizam os concertos do Festival de Inverno.

Informações e ingressos:  O Bonde Turístico funciona diariamente das 10h às 17. Já o Bonde Turístico Urbano, com destino a Vila Abernéssia funciona aos sábados, domingos e feriados duas saídas às 16h e às 17h. Clique aqui para mais informações.

» Trem turístico ligará Belo Horizonte ao Instituto Inhotim
» Trem turístico movido a energia solar ligará norte da Argentina a Cusco
» Viagem de trem: veja os 15 roteiros mais espetaculares do mundo
» Trem de luxo faz viagens gastronômicas em Portugal

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Dicas de turismo em Morretes

Artigo anterior

7 ecovilas brasileiras para conhecer, aprender e descansar

Artigo seguinte

Você pode gostar