Confira uma lista de lugares bem pertinho de São Paulo com águas perfeitas para se refrescar 

Curtir a natureza e se refrescar em uma piscina natural com águas geladinhas parece uma tarefa difícil para quem vive em São Paulo. A verdade é que há muitos lugares perfeitos para um bom banho relaxante com águas limpas e cristalinas próximos à capital.

Alguns deles são bastante acessíveis e contam com toda uma infraestrutura para deixar o visitante muito confortável. Outros já não são tão estruturados, mas compensam com um visual único junto à natureza.   

Confira 13 lugares com piscinas naturais que ficam próximos a São Paulo e você deve conhecer:

Areia Que Canta, Brotas


Divulgação: Areia Que Canta

Localizada dentro do Hotel Fazenda Areia Que Canta está a gigantesca nascente de águas cristalinas e de tom esverdeado que leva o mesmo nome. Composta por uma areia muito branca e pequeninos grãos de quartzo, elementos que produzem um som semelhante ao de uma cuíca.

O passeio até a nascente é livre para os hóspedes do Hotel Fazenda, mas visitantes também podem conhecer as belezas do lugar adquirindo um ingresso à parte. O passeio ainda inclui uma visita ao Rio Tamanduá, famoso por suas pequenas quedas e bacias naturais para banho.

Banhos termais, Águas de Lindóia


O maior atrativo de Águas de Lindoia são suas águas terapêuticas e banhos termais. O Balneário de Águas de Lindóia é o lugar ideal para desfrutar de mais de 30 banhos de imersão, massagens e piscinas de água mineral. O lugar é perfeito para relaxar e ainda aproveitar para cuidar da saúde.

Cachoeira Santo Antonio, Brotas


Foto: Recanto das Cachoeiras

A Cachoeira Santo Antonio fica dentro do completo Recanto das Cachoeiras, em Brotas. Formada pelo córrego da Roseira, apresenta uma queda de 20 metros com água cristalina, além de uma piscina natural muito convidativa para nadar.

O espaço possui sistema day-use, onde é possível acessar outras cachoeiras, como a da Roseira, com 55 metros de altura. As trilhas são autoguiadas e de fácil acesso, inclusive para pessoas com mobilidade reduzida. 

Cachoeira da Renata, Ubatuba


Em frente à Praia da Maranduba há um acesso pelo bairro Sertão da Quina, por onde é possível chegar até a Cachoeira da Renata. O trajeto realizado é realizado por uma trilha até a queda d’água.

Cercada por mata nativa e com um lindo poço para banho, a Cachoeira da Renata é uma das piscinas naturais próximas a São Paulo imperdíveis para visitar e possui uma pedra de onde alguns visitantes mais corajosos se atrevem a saltar. Uma outra pedra escorregadia serve como uma espécie de tobogã, onde algumas pessoas escorregam com boias.

Cachoeira do Meu Deus, Eldorado


Foto: Luan Alves Chaves/ Wikimedia Commons

Eleita uma das mais belas cachoeiras do estado de São Paulo, a cachoeira Queda do Meu Deus possui uma queda de 53 metros. Sua origem vem de uma nascente que atravessa a Caverna do Diabo, na região do Petar.  Suas águas são geladinhas, limpas e ideais para um bom mergulho em meio a um cenário deslumbrante.

O acesso mais comum até a imponente queda d’água dura cerca de uma hora, mas há outro mais longo que passa por outras 11 quedas e dura cinco horas de caminhada.

Cachoeira da Pedreira, Lavrinhas


Foto: Ricardo Takamura

Outra cachoeira no município de Lavrinhas, a Cachoeira da Pedreira fica em um acesso na rodovia SP-58. É necessário seguir por uma trilha de curta, de aproximadamente 600m, mas com trechos um pouco sinuosos, dificultando o acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

A cachoeira, com um tom de água que muda entre o azul e o verde, é belíssima. É necessário atenção, pois há áreas mais profundas com correnteza que exigem  cuidado redobrado.

Cachoeira do Lageado, Santo Antônio do Pinhal


A Cachoeira do Lageado fica a aproximadamente 7 km do centro de Santo Antonio do Pinhal e possui uma queda d’água belíssima em forma de véu além de um ótimo poço para banho.

A estrutura é ótima, com mesas de piquenique, gramado e uma área no entorno bastante arborizada, além de lanchonete e sanitários. Para acessar a cachoeira é cobrada uma taxa de manutenção.

Cachoeira Grande, Lagoinha

Foto: Marinelson Almeida/ Wikimedia Commons

A Cachoeira Grande, localizada no Município de Lagoinha, fica dentro de uma propriedade privada, mas o acesso turístico é permitido. Formada pelas águas do rio Pinhal, possui uma queda de 39 metros, além de uma grande área que forma uma piscina natural. Todo esse visual é cercado por uma densa mata nativa, deixando a atmosfera mais sossegada e agradável.

Cachoeira do Santo Isidro, São José do Barreiro

Cachoeira Santo Isidro é a mais próxima da entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina. São penas 1,5 km por uma trilha bem demarcada até a queda. Com 50 metros de altura e um poço espaçoso, é ótima para curtir a natureza bem preservada e relaxar.

Cachoeira do Prumirim, Ubatuba


Foto: Ronaldo Tozzi/ Wikimedia Commons

Localizada a 19 km do centro de Ubatuba, a Cachoeira do Prumirim se forma em meio à mata nativa e conta com três poços principais para visitação. Em um deles é possível desfrutar de uma hidromassagem natural. Em outros, você consegue nadar e se refrescar nas águas geladinhas e curtir a natureza no entorno.

Poço Azul, Lavrinhas


Poço Azul, em Lavrinhas. Foto: EcoValetur

O Poço Azul, localizado no município de Lavrinhas, é sem dúvida uma das piscinas naturais próximas a São Paulo que você deve conhecer. Por ficar dentro de uma propriedade privada, é recomendado receber uma autorização para o acesso à trilha. O trajeto não é  tão bem demarcado, mas devido ao grande número de visitantes, fica fácil de identificar.

A caminhada pela trilha dura aproximadamente uma hora e há trechos que exigem cuidado, como na travessia do Rio Jacu que, em períodos chuvosos, fica cheio e dificulta o acesso. O visual compensa com um poço de águas cristalinas e azuladas.

Cachoeira Cassorova, Brotas


Foto: Divulgação

A bela cachoeira fica localizada no Ecoparque Cassorova que também oferece outras atrações e atividades, como trilhas, arvorismo e tirolesa com uma excelente infraestrutura.

Para acessar a cachoeira é necessário caminhar por uma trilha autoguiada de aproximadamente 200 metros. O trajeto é bem fácil e seguro e em menos de 5 minutos chega-se a imponente queda de 60 metros de altura, com um poço de água perfeito para se refrescar.

Cachoeira Grande, Ilha do Cardoso


A acesso para a Cachoeira Grande parte da Ilha do Cardoso, extremo sul do litoral paulista, é realizado a bordo de uma lancha. Depois, são mais 20 minutos a pé por uma trilha que vai terminar na queda d’água.

O trajeto deve ser realizado com o acompanhamento de monitores locais credenciados. A Cachoeira Grande possui uma queda de 11 metros e um poço para banho cercado por muita natureza, sambaquis e ruínas de antigas construções.  

» Veja 25 das melhores praias para conhecer em São Paulo
» 9 viagens baratas saindo de São Paulo
» Wanderlust: há pessoas que nascem com o gene das viagens
» 30 cidades coloniais no Brasil que você precisa conhecer

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Praias do litoral oeste cearense

Artigo anterior

7 cidades fantasma para conhecer no Brasil

Artigo seguinte

Você pode gostar